PIS 2018 – Calendário, Consulta e Extrato .

0
155


Como o próprio slogan do programa diz, o PIS é muito mais que um número, é uma série de benefícios. Com o PIS Programa de Integração Social  o empregado da iniciativa privada tem acesso aos benefícios empregatícios definidos por lei e pode requisitar, em datas pré-definidas por meio de um calendário de liberação, valores referentes à suas contribuições.

Por isso é preciso ficar atento para não perder nenhum benefício, estando alerta ao calendário do PIS e realizando a consulta do valor a ser recebido. Confira como acessar essas informações:




Calendário PIS 2018.

O calendário do PIS define por meio da sua data de nascimento o mês do ano que você poderá acessar o seu benefício. Confira abaixo o passo a passo de como acessá-lo:

1 – Proceda ao site www.caixa.gov.br.

2 – Clique na guia “Benefícios e Programas”, localizada no menu superior do site.

3 – No submenu que irá se abrir, na parte intitulada “Benefícios do Trabalhador”, clique em “PIS”.

4 – Na página aberta clique em “Calendário de Pagamentos”.

Consulte o valor PIS 2018.

Além de poder fazer a consulta das datas de liberação do benefício, por meio do site da Caixa você também poderá consultar o valor do PIS. Basta acessar o link “Consultar Pagamento”, localizado na página principal do programa.



Publicidade


Para essa consulta é preciso fazer um cadastro prévio, preenchendo suas informações pessoais e o número do seu NIS, localizado na carteira de trabalho. Concluindo o cadastro você já terá acesso as informações de datas e valores a serem recebidos.

O valor do PIS será definido considerando o número de meses trabalhados no ano-base do cálculo e sobre o salário mínimo vigente. Por exemplo, se você trabalhou seis meses terá direito a 6/12 avos de um salário mínimo.

 Quem tem direito?

A maioria dos trabalhadores da iniciativa privada e contratados seguindo as exigências da consolidação das leis do trabalho – CLT tem direito ao PIS. Contudo, existem alguns condicionantes para acessar o benefício. Para ter direito você deverá:

1 – Possuir no mínimo 5 anos de carteira assinada.

2 – Ter exercido atividade com carteira assinada por pelo menos 1 mês (30 dias) no ano anterior ao de concessão do benefício.

3- Não ter recebido, em média, remuneração maior do que a de dois salários mínimos durante o período de um ano.

4 – Ter os dados informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS, no ano base a ser analisado.  

Leia também sobre : Empréstimo Com o Nome em Restrição

Leia também sobre : Consultar CPF e Score Grátis

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here